Webmail Portuguese English Spanish
Cedeplar

Economia

Home > Pós Graduação > Economia

O Programa

Programa
Estrutura Curricular
Requisitos
Coordenação

Programa de Pós-Graduação em Economia

O Programa de Pós-graduação em Economia da Universidade Federal Minas Gerais, foi criado em 1968 tendo como área de concentração a Economia Regional. Ao longo do tempo o curso diversificou sua estrutura curricular e seu programa de pesquisas pela incorporação de diversos outros campos temáticos da economia, cuja diversidade pode ser vista nos Grupos de Pesquisa e no perfil de atuação e publicação de professores e pesquisadores. Oferece, em nível acadêmico e em tempo integral com dedicação exclusiva, cursos de Mestrado e Doutorado.

Consolidando décadas de experiência, o programa passou por uma reestruturação em  2001, com a criação do doutorado e a mudança da estrutura curricular do mestrado, com ingresso por meio do Exame ANPEC. Uma das diretrizes básicas desse processo foi a manutenção do pluralismo teórico, ao mesmo tempo em que se assegurou a oferta do núcleo duro de disciplinas dos cursos convencionais de economia – microeconomia, macroeconomia e métodos quantitativos.

Juntamente com a reforma curricular e a criação do curso de doutorado, o programa passou a planejar e a implementar um processo significativo de internacionalização. Esse processo incluiu não só a formação do quadro docente atrelado ao programa, mas também a construção de redes internacionais de cooperação através do intercâmbio de professores e pesquisadores. Um dos resultados desse processo foi o aumento significativo das publicações internacionais dos professores programa.

Outro marco importante para o programa foi a mudança para as novas instalações da Faculdade de Ciências Econômicas no campus Pampulha, em 2008. A mudança significou a melhoria substantiva das instalações do Cedeplar, incluindo salas de pesquisa, gabinetes e espaços comuns, novos auditores, biblioteca 20 horas, além de permitir o estreitamento da relação com outras unidades da universidade.

Uma das características mais marcantes do Programa de Pós Graduação em Economia do Cedeplar é a participação permanente dos seus professores nos dois cursos de graduação do Departamento de Ciências Econômicas da UFMG: o curso de Ciências Econômicas e o curso de Relações Econômicas Internacionais, avaliados com nota máxima pelo Ministério da Educação. Todos os professores do programa de pós-graduação lecionam semestralmente disciplinas nos cursos de graduação. Assim, alunos de graduação dos programas de iniciação científica convivem com alunos de mestrado, doutorado e outros pesquisadores e professores experientes nos diversos grupos de pesquisa. Essa relação leva à permanente renovação dos programas de curso, além da reforçar o pluralismo de ideias nos dois níveis de ensino.

Em função de todos esses fatores, os programas de mestrado e doutorado têm experimentado um processo continuo de aperfeiçoamento. Como reflexo dessa trajetória, o programa manteve conceito 6 na última avaliação da Capes.

A coordenação didática do Programa de Pos-graduação em Economia é exercida por um Colegiado, que elege um(a) coordenador(a) com mandato de dois anos.

 

Áreas de Concentração

Atualmente o Programa de Pós-Graduação em Economia abriga os cursos de Mestrado e Doutorado e suas áreas de concentração refletem as linhas de pesquisa desenvolvidas no programa. O curso de mestrado apresenta uma área de concentração, denominada Economia, e o curso de doutorado contempla três áreas de concentração:

  • Economia Aplicada;
  • Economia Regional, Urbana e Desenvolvimento.
  • História Econômica, Economia Política e História do Pensamento Econômico.

A área de concentração Economia Aplicada trata dos conteúdos de Microeconomia e Macroeconomia Aplicada. Nessa área, o centro tem diversos grupos de pesquisa, incluindo as temáticas de Organização Industrial, Macroeconomia e Finanças Internacionais, Crescimento Econômico, Economia Monetária, Economia do Bem Estar Social e Economia da Tecnologia.

A área de Economia Regional, Urbana e Desenvolvimento contempla diversas questões dos campos da Economia Regional, da Economia Urbana e do Desenvolvimento Econômico, tratando estes campos do conhecimento de tanto de forma autônoma quanto integrada.

A área de História Econômica, Economia Política e História do Pensamento Econômico trata de forma ampla dos conteúdos de história econômica, inclusive em suas conexões com a história demográfica e história social, da economia política, e da história do pensamento econômico, incluindo também  questões relativas à metodologia e à filosofia da economia.

O Programa de Pós-Graduação em Economia apresenta longa experiência de trabalho conjunto de docentes e entre estes e o corpo discente. O Programa envolve atividades de ensino e de pesquisa, com grande ênfase em questões relativas a estudos de economia aplicada e suas implicações para as políticas públicas, além de aproveitar as sinergias interdisciplinares com o Programa de Pós Graduação em Demografia do Cedeplar/UFMG, não apenas em termos de infra-estrutura física, mas também na esfera acadêmica, especialmente nas áreas de economia do trabalho e migrações.

Conjuntamente, os programas de pós-graduação do Cedeplar contam com mais de vinte grupos de pesquisa registrados no CNPq. Os grupos refletem o pluralismo teórico, a diversidade da formação de seu corpo docente e a transdisciplinaridade da produção acadêmica dos professores do Centro.

 

Objetivos

Os cursos de mestrado e doutorado do programa de Pós-Graduação em Economia do Cedeplar buscam oferecer sólida formação acadêmica, marcada por pluralidade teórico-metodológica e amparada por pesquisas na fronteira do conhecimento nas áreas de economia aplicada, metodologia, economia política, história e teoria econômica. O Programa visa a reflexão sobre questões pertinentes à ciência e história econômica, como também estimular a avaliação e formulação de políticas públicas. O aumento da internacionalização do Programa tem sido um objetivo alcançado com êxito, juntamente com o estímulo à produção intelectual na forma de publicações para docentes e discentes, em associação com as linhas de pesquisa, e com a titulação dos alunos dos cursos de mestrado e doutorado.

 

Linhas de Pesquisa

As linhas de pesquisa do Programa de Pós-Graduação em Economia do Cedeplar refletem a diversidade de formação e especialização do seu corpo docente, abrangendo amplo espectro de áreas, estando representadas por grupos de pesquisa no CNPq sob a liderança dos professores do Programa. As linhas de pesquisa são, principalmente:

  • economia regional e urbana;
  • economia social;
  • economia industrial e da tecnologia;
  • economia dos recursos humanos;
  • finanças internacionais, crescimento e desenvolvimento econômico;
  • teoria econômica;
  • história econômica, economia política e história do pensamento econômico;
  • economia matemática.

 

Avaliação CAPES

Na avaliação da pós-graduação brasileira conduzida pela Capes em 2017, o Programa de Pós-graduação em Economia do Cedeplar-UFMG obteve o conceito 6. Este resultado coloca o programa do Cedeplar entre os melhores cursos de pós-graduação em economia do país, confirmando o bom desempenho de todos os indicadores em comparação com as avaliações anteriores.

 

Estrutura do Mestrado:

O(a) aluno(a) deverá cumprir pelo menos 28 créditos, sendo 16 em disciplinas obrigatórias e pelo menos 12 em optativas. A maioria dos créditos é normalmente cursada ao longo do primeiro e segundo semestres do curso, permitindo que o aluno disponha de mais tempo para se dedicar à dissertação no segundo ano (ver o quadro abaixo).

As disciplinas obrigatórias consistem de dois cursos na área de Teoria Econômica (Macroeconomia I e Microeconomia I), dois cursos de Métodos Quantitativos (Economia Matemática e Econometria I) e o Seminário de Dissertação.

 
Semestre Disciplina Natureza Carga Horária / Créditos
Microeconomia I OB 60/04
Macroeconomia I OB 60/04
Econometria I OB 60/04
Economia Matemática OB 30/02
Optativas de Área e/ou Comuns OP 180/12
Seminário de Dissertação OB 30/02
  Por sua vez, o elenco de disciplinas optativas reflete, em grande parte, as vocações de pesquisa do programa.
Disciplinas Optativas do Mestrado Carga Horária/ Créditos
Demografia Histórica 60/04
Desenvolvimento Econômico 60/04
Development Economics 60/04
Desigualdade e Pobreza 30/02
Econometria Espacial Pré-Requisito: Econometria I e Economia Matemática 30/02
Econometria II Pré-Requisito: Econometria I e Economia Matemática 30/02
Economia da Ciência e Tecnologia 60/04
Economia da Cultura 30/02
Economia da Educação 30/02
Economia da Saúde 30/02
Economia do Trabalho I Pré-Requisito: Macroeconomia I 30/02
Economia do Trabalho II Pré-Requisito: Microeconomia I 30/02
Economia e Meio Ambiente 30/02
Economia Industrial 30/02
Economia Internacional Pré-Requisito: Microeconomia I e Macroeconomia I 30/02
Economia Política Clásssica 60/04
Economia Política do Capitalismo Contemporâneo 60/04
Economia Política I 60/04
Economia Política II 60/04
Equilíbrio Geral Aplicado Pré-Requisito: Microeconomia I 30/02
Estágio Docente I 30/02
Estágio Docente II 30/02
Finanças Internacionais Pré-Requisito: Macroeconomia I 30/02
História do Pensamento Econômico 60/04
História Econômica de Minas Gerais 60/04
História Econômica do Brasil 60/04
História Econômica Geral 60/04
Historiografia 30/02
Macroeconomia II Pré-Requisito: Macroeconomia I 30/02
Macroeconomia III Pré-Requisito: Macroeconomia I 30/02
Macroeconoima, Demanda Agregada e Crescimento Pré-Requisito: Macroeconomia I 60/04
Metodologia da Economia 60/04
Metodologia da Pesquisa Histórica 30/02
Métodos em Análise Regional e Urbana 30/02
  Methods of Urban and Regional Analysis  30/02
Microeconometria Aplicada Pré-Requisito: Econometria I 60/04
Microeconomia II Pré-Requisito: Microeconomia I 60/04
Moeda e Território 30/02
Organização Industrial Pré-Requisito: Microeconomia I 30/02
Pensamento Econômico Contemporâneo 60/04
Sistema Financeiro e Desenvolvimento 30/02
Sistemas Econômicos Comparados 30/02
Teoria do Desenvolvimento Regional e Urbano Pré-Requisito: Microeconomia I e Macroeconomia I 60/04
Tópicos Avançados em Economia Aplicada 60/04
Tópicos Avançados em Economia Política 60/04
Tópicos Avançados em Filosofia da Economia 60/04
Tópicos Avançados em História do Pensamento Econômico 60/04
Tópicos Avançados em História Econômica 60/04
Tópicos Especiais em Demografia 30/02
Tópicos Especiais em Economia Aplicada 30/02
Tópicos Especiais em Economia Brasileira 30/02
Tópicos Especiais em Economia Política 30/02
Tópicos Especiais em Estudos Regionais e Urbanos 30/02
Tópicos Especiais em Filosofia da Economia 30/02
Tópicos Especiais em História Econômica 30/02
Tópicos Especiais em Métodos Quantitativos 30/02
Demografia Econômica - Aspectos Macro 30/02
Demografia Econômica - Aspectos Micro 30/02
Tópicos Especiais em População e Espaço 30/02
 

Estrutura Curricular

A estrutura curricular (Mestrado e Doutorado) visa contemplar tanto a oferta de um curso padrão de pós-graduação em economia, quanto as diferentes áreas de especialização do centro. Esse objetivo está concretizado na proposta em áreas de concentração. No mestrado existe apenas uma área: Economia. Já no Doutorado, desde 2015, temos três sub-áreas:

  • Economia Aplicada;
  • Economia Regional, Urbana e Desenvolvimento;
  • História Econômica, Economia Política e História do Pensamento Econômico.

Essas áreas possuem Disciplinas Obrigatórias Comuns (OB) e Disciplinas Optativas de Área (OPA).

Adicionalmente, a oferta de Disciplinas Optativas Comuns (OPC) está organizada em quatro campos de conhecimento: Economia do Trabalho; Economia Internacional; Organização Industrial, Economia da Tecnologia e da Regulação; Economia Política. A oferta semestral de disciplinas de cada campo depende da disponibilidade docente e da demanda dos alunos. As disciplinas sobre Tópicos Especiais e Tópicos Avançados complementam a oferta de optativas.

A cada disciplina é atribuído um valor expresso em créditos, correspondendo cada crédito a 15 (quinze) horas/aula.

 

Estrutura do Mestrado

O(a) aluno(a) deverá cumprir pelo menos 28 créditos, sendo 16 em disciplinas obrigatórias e pelo menos 12 em optativas. A maioria dos créditos é normalmente cursada ao longo do primeiro e segundo semestres do curso, permitindo que o aluno disponha de mais tempo para se dedicar à dissertação no segundo ano (ver o quadro abaixo).

As disciplinas obrigatórias consistem de dois cursos na área de Teoria Econômica (Macroeconomia I e Microeconomia I), dois cursos de Métodos Quantitativos (Economia Matemática e Econometria I) e o Seminário de Dissertação.

 

Semestre
Disciplina
Natureza
Carga Horária /
Créditos
OB
60/04
OB
60/04
OB
60/04
OB
30/02
Optativas de Área e/ou Comuns
OP
180/12
OB
30/02

 

Por sua vez, o elenco de disciplinas optativas reflete, em grande parte, as vocações de pesquisa do programa.

Disciplinas Optativas do Mestrado

Carga Horária/ Créditos

60/04

60/04

60/04

30/02

Pré-Requisito: Econometria I e Economia Matemática

30/02

Pré-Requisito: Econometria I e Economia Matemática

30/02

60/04

30/02

30/02

30/02

Pré-Requisito: Macroeconomia I

30/02

Pré-Requisito: Microeconomia I

30/02

30/02

30/02

Pré-Requisito: Microeconomia I e Macroeconomia I

30/02

60/04

60/04

60/04

60/04

Pré-Requisito: Microeconomia I

30/02

30/02

30/02

Pré-Requisito: Macroeconomia I

30/02

60/04

60/04

60/04

60/04

30/02

Pré-Requisito: Macroeconomia I

30/02

Pré-Requisito: Macroeconomia I

30/02

Pré-Requisito: Macroeconomia I

60/04

60/04

30/02

30/02

 30/02

Pré-Requisito: Econometria I

60/04

Pré-Requisito: Microeconomia I

60/04

30/02

Pré-Requisito: Microeconomia I

30/02

60/04

30/02

30/02

Pré-Requisito: Microeconomia I e Macroeconomia I

60/04

60/04

60/04

60/04

60/04

60/04

30/02

30/02

30/02

30/02

30/02

30/02

30/02

30/02

30/02

30/02

30/02

 

Estrutura do Doutorado

O(a) aluno(a) deverá cumprir um mínimo de 40 créditos. Destes, 16 créditos consistem em disciplinas obrigatórias e pelo menos 12 em optativas de área e 12 de optativas comuns. A maior parte dos créditos é cursada ao longo do três semestres iniciais do curso, permitindo que o(a) aluno(a) disponha de mais tempo para se dedicar à elaboração da tese a partir do quarto semestre (ver o quadro abaixo).

Além das disciplinas obrigatórias comuns ao mestrado e doutorado (Macroeconomia I, Microeconomia I), o(a) aluno(a) deverá cursar as disciplinas obrigatórias Metodologia da Economia, Estágio Docente I e Seminário de Tese.

 

Semestre

Disciplina

Natureza

Carga Horária / Créditos

OB

60/04

OB

60/04

Optativas de Área e/ou Comuns

OP

150/10

OB

60/04

Optativas de Área e/ou Comuns

OP

150/10

OB

30/02

Optativas de Área e/ou Comuns

OP

150/10

OB

30/02

 

As disciplinas optativas refletem as vocações de pesquisa do programa:

Áreas de Concentração: EA – Economia Aplicada; ERUD –  Economia   Regional, Urbana e Desenvolvimento; HEP – História Econômica, Economia Política e História do Pensamento Econômico.

Áreas

Disciplinas

Carga Horária/
Créditos

EA

ERUD

HEP

OPA

OPA

OPA

60/04
OPA OPA  OPA 60/04

OPA

OPA

OPC

60/04

OPA

OPA

OPC

Pré-requisito: Econometria I e Economia Matemática

30/02

OPA

OPA

OPC

60/04

OPA

OPA

OPC

30/02

OPA

OPA

OPC

30/02

OPA

OPA

OPC

Pré-requisito: Microeconomia I

30/02

OPA

OPA

OPC

30/02

OPA

OPA

OPC

30/02

OPA

OPA

OPC

Pré-requisito: Econometria I

60/04

OPA

OPA

OPC

Pré-requisito: Microeconomia I

60/04

OPC

OPA

OPC

30/02

OPC

OPA

OPC

Pré-requisito: Microeconomia I e Macroeconomia I

30/02

OPC

OPA

OPC

30/02

OPC

OPA

OPC

30/02

OPC

OPA

OPC

Pré-requisito: Microeconomia I e Macroeconomia I

60/04

OPC

OPA

OPC

30/02

OPC

OPA

OPC

30/02

OPA

OPC

OPC

30/02

OPA

OPC

OPC

30/02

OPA

OPC

OPC

Desigualdade e Pobreza
30/02

OPA

OPC

OPC

Pré-requisito: Econometria I e Economia Matemática

30/02

OPA

OPC

OPC

30/02

OPA

OPC

OPC

30/02

OPA

OPC

OPC

30/02

OPA

OPC

OPC

Pré-requisito: Macroeconomia I

30/02

OPA

OPC

OPC

Pré-requisito: Microeconomia I

30/02

OPA

OPC

OPC

Pré-requisito: Macroeconomia I

30/02

OPA

OPC

OPC

Pré-requisito: Macroeconomia I

30/02

OPA

OPC

OPC

Pré-requisito: Macroeconomia I

30/02

OPA

OPC

OPC

Pré-requisito: Macroeconomia I

60/04

OPA

OPC

OPC

Pré-requisito: Microeconomia I

30/02

OPA

OPC

OPC

60/04

OPA

OPC

OPC

30/02

OPA

OPC

OPC

30/02

OPA

OPC

OPC

30/02

OPC

OPC

OPA

60/04

OPC

OPC

OPA

60/04

OPC

OPC

OPA

60/04

OPC

OPC

OPA

60/04

OPC

OPC

OPA

60/04

OPC

OPC

OPA

60/04

OPC

OPC

OPA

60/04

OPC

OPC

OPA

60/04

OPC

OPC

OPA

60/04

OPC

OPC

OPA

30/02

OPC

OPC

OPA

30/02

OPC

OPC

OPA

60/04

OPC

OPC

OPA

30/02

OPC

OPC

OPA

60/04

OPC

OPC

OPA

60/04

OPC

OPC

OPA

60/04

OPC

OPC

OPA

60/04

OPC

OPC

OPA

30/02

OPC

OPC

OPA

30/02

OPC

OPC

OPA

30/02

OPC

OPC

OPC

30/02

OPC

OPC

OPC

30/02

 

Estrutura do Doutorado

O(a) aluno(a) deverá cumprir um mínimo de 40 créditos. Destes, 16 créditos consistem em disciplinas obrigatórias e pelo menos 12 em optativas de área e 12 de optativas comuns. A maior parte dos créditos é cursada ao longo do três semestres iniciais do curso, permitindo que o(a) aluno(a) disponha de mais tempo para se dedicar à elaboração da tese a partir do quarto semestre (ver o quadro abaixo).   Além das disciplinas obrigatórias comuns ao mestrado e doutorado (Macroeconomia I, Microeconomia I), o(a) aluno(a) deverá cursar as disciplinas obrigatórias Metodologia da Economia, Estágio Docente I e Seminário de Tese.  
Semestre Disciplina Natureza Carga Horária / Créditos
Microeconomia I OB 60/04
Macroeconomia I OB 60/04
Optativas de Área e/ou Comuns OP 150/10
Metodologia da Economia OB 60/04
Optativas de Área e/ou Comuns OP 150/10
Estágio Docente I OB 30/02
Optativas de Área e/ou Comuns OP 150/10
Seminários de Tese OB 30/02
  As disciplinas optativas refletem as vocações de pesquisa do programa: Áreas de Concentração: EA – Economia Aplicada; ERUD –  Economia   Regional, Urbana e Desenvolvimento; HEP - História Econômica, Economia Política e História do Pensamento Econômico.
Áreas Disciplinas Carga Horária/ Créditos
EA ERUD HEP
OPA OPA OPA Desenvolvimento Econômico 60/04
OPA OPA  OPA Development Economics 60/04
OPA OPA OPC Econometria I 60/04
OPA OPA OPC Econometria Espacial Pré-requisito: Econometria I e Economia Matemática 30/02
OPA OPA OPC Economia da Ciência e Tecnologia 60/04
OPA OPA OPC Economia Industrial 30/02
OPA OPA OPC Economia Matemática 30/02
OPA OPA OPC Equilíbrio Geral Aplicado Pré-requisito: Microeconomia I 30/02
OPA OPA OPC Métodos em Análise Regional e Urbana 30/02
OPA OPA OPC Methods of Urban and Regional Analysis 30/02
OPA OPA OPC Microeconometria Aplicada Pré-requisito: Econometria I 60/04
OPA OPA OPC Microeconomia II Pré-requisito: Microeconomia I 60/04
OPC OPA OPC Economia e Meio Ambiente 30/02
OPC OPA OPC Economia Internacional Pré-requisito: Microeconomia I e Macroeconomia I 30/02
OPC OPA OPC Moeda e Território 30/02
OPC OPA OPC Sistema Financeiro e Desenvolvimento 30/02
OPC OPA OPC Teoria do Desenvolvimento Regional e Urbano Pré-requisito: Microeconomia I e Macroeconomia I 60/04
OPC OPA OPC Tópicos Especiais em Estudos Regionais e Urbanos 30/02
OPC OPA OPC Tópicos Especiais em População e Espaço 30/02
OPA OPC OPC Demografia Econômica - Aspectos Macro 30/02
OPA OPC OPC Demografia Econômica - Aspectos Micro 30/02
OPA OPC OPC Desigualdade e Pobreza 30/02
OPA OPC OPC Econometria II Pré-requisito: Econometria I e Economia Matemática 30/02
OPA OPC OPC Economia da Cultura 30/02
OPA OPC OPC Economia da Educação 30/02
OPA OPC OPC Economia da Saúde 30/02
OPA OPC OPC Economia do Trabalho I Pré-requisito: Macroeconomia I 30/02
OPA OPC OPC Economia do Trabalho II Pré-requisito: Microeconomia I 30/02
OPA OPC OPC Finanças Internacionais Pré-requisito: Macroeconomia I 30/02
OPA OPC OPC Macroeconomia II Pré-requisito: Macroeconomia I 30/02
OPA OPC OPC Macroeconomia III Pré-requisito: Macroeconomia I 30/02
OPA OPC OPC Macroeconoima, Demanda Agregada e Crescimento Pré-requisito: Macroeconomia I 60/04
OPA OPC OPC Organização Industrial Pré-requisito: Microeconomia I 30/02
OPA OPC OPC Tópicos Avançados em Economia Aplicada 60/04
OPA OPC OPC Tópicos Especiais em Economia Aplicada 30/02
OPA OPC OPC Tópicos Especiais em Demografia 30/02
OPA OPC OPC Tópicos Especiais em Métodos Quantitativos 30/02
OPC OPC OPA Demografia Histórica 60/04
OPC OPC OPA Economia Política Clásssica 60/04
OPC OPC OPA Economia Política do Capitalismo Contemporâneo 60/04
OPC OPC OPA Economia Política I 60/04
OPC OPC OPA Economia Política II 60/04
OPC OPC OPA História do Pensamento Econômico 60/04
OPC OPC OPA História Econômica de Minas Gerais 60/04
OPC OPC OPA História Econômica do Brasil 60/04
OPC OPC OPA História Econômica Geral 60/04
OPC OPC OPA Historiografia 30/02
OPC OPC OPA Metodologia da Pesquisa Histórica 30/02
OPC OPC OPA Pensamento Econômico Contemporâneo 60/04
OPC OPC OPA Sistemas Econômicos Comparados 30/02
OPC OPC OPA Tópicos Avançados em Economia Política 60/04
OPC OPC OPA Tópicos Avançados em Filosofia da Economia 60/04
OPC OPC OPA Tópicos Avançados em História do Pensamento Econômico 60/04
OPC OPC OPA Tópicos Avançados em História Econômica 60/04
OPC OPC OPA Tópicos Especiais em Economia Política 30/02
OPC OPC OPA Tópicos Especiais em Filosofia da Economia 30/02
OPC OPC OPA Tópicos Especiais em História Econômica 30/02
OPC OPC OPC Estágio Docente II 30/02
OPC OPC OPC Tópicos Especiais em Economia Brasileira 30/02
 

Requisitos para Titulação

Para obter o grau de Mestre em Economia o aluno deverá completar o mínimo de 28 créditos em disciplinas de pós-graduação e ser aprovado na defesa pública de dissertação.

Para obter o grau de Doutor em Economia, o aluno deverá completar o mínimo de 40 créditos em disciplinas de pós-graduação e ser aprovado nos exames de qualificação e na defesa pública de tese.

Requer-se do aluno a frequência às atividades correspondentes a cada disciplina em que se encontre matriculado, ficando reprovado o aluno que não comparecer a dois terços, no mínimo, das aulas e demais trabalhos programados para integralização dos créditos.

O rendimento escolar em cada disciplina é aferido através de um sistema de pontos e conceitos. No quadro abaixo, se explicita a correspondência entre cada conceito expresso literalmente e o valor numérico de pontos acumulados pelo aluno na disciplina:

 

Conceito Total de Pontos
A – Excelente 90 a 100 pontos
B – Ótimo 80 a 89 pontos
C – Bom 70 a 79 pontos
D – Regular 60 a 69 pontos
E – Fraco 40 a 59 pontos
F – Rendimento Nulo 0 a 39 pontos

 

Será considerado aprovado na disciplina o aluno que obtiver o conceito D ou melhor. O aluno que obtiver o conceito E ou F por mais de uma vez será desligado do curso. A juízo do Colegiado de Coordenação Didática, poderá ainda ser desligado o aluno que, nos três primeiros semestres, não alcançar nas disciplinas cursadas média igual ou superior ao conceito C. Tal média é estimada usando-se como ponderação para cada conceito obtido o número de créditos da disciplina correspondente e atribuindo-se os seguintes valores aos conceitos:

 

A = 5 B = 4 C = 3 D = 2 E = 1 F = 0

 

Os créditos obtidos em qualquer disciplina só terão validade para efeito de obtenção do grau durante o prazo máximo para a conclusão do curso. O estudante só poderá apresentar dissertação ou tese após completar o número mínimo de créditos requerido e ter obtido aprovação em todas as disciplinas obrigatórias.

A dissertação ou tese são elaboradas sob a supervisão de um professor-orientador, indicado pelo Colegiado do Curso, atendendo ao interesse do aluno. O orientador de dissertação deve, em princípio, possuir o título de doutor (exigência obrigatória para orientadores de tese), dedicar-se à atividade de pesquisa e ter seu nome aprovado pelo Colegiado de Curso e homologado pela Câmara de Pós-Graduação da UFMG.

O estudante deve registrar seu projeto de dissertação ou tese na Secretaria do Curso. Para tanto, o projeto deverá ter sido aprovado pelo professor-orientador e homologado pelo Colegiado de Curso. O projeto deverá indicar o título, ainda que provisório, a justificativa do trabalho, os métodos a serem adotados e a literatura a ser consultada.

Será considerado aprovado na defesa de dissertação ou trabalho equivalente e da tese o candidato que obtiver a aprovação unânime da Comissão Examinadora.

Coordenação Didática

A coordenação didática dos cursos é exercida por um colegiado, constituído por sete representantes dos professores que colaboram no curso e um representante dos alunos, com mandatos de dois anos e um ano respectivamente.

Este colegiado elege, dentre seus membros representantes dos professores, um coordenador, com mandato de dois anos. O coordenador do Colegiado, com mandato de abril de 2020 a março de 2022 é o professor Edson Paulo Domingues.

Integram também o Colegiado os professores Rafael Saulo Marques Ribeiro (sub-coordenador), Marcia Siqueira Rapini, Gustavo Britto, Leonardo Gomes de Deus, Pedro Vasconcelos Maia do Amaral, além de representantes discentes.

Professores

Essa lista considera, em ordem alfabética, todos os pesquisadores do Cedeplar, dentre eles aqueles corpo permanente da pós-graduação em economia, colaboradores, pesquisadores permanentes e pesquisadores residentes.

Professores

Alexandre Mendes Cunha

Professor Associado do Departamento de Ciências Econômicas da UFMG em Regime de Dedicação Exclusiva

Doutor em História, Universidade Federal Fluminense, 2007
Áreas de interesse: História do pensamento econômico; história das ideias; história econômica.

Lattes Site Contato

Aline Souza Magalhães

Professora Adjunta do Departamento de Ciências Econômicas da UFMG em Regime de Dedicação Exclusiva

Doutora em Economia, Universidade Federal de Minas Gerais, 2013
Áreas de interesse: economia do meio ambiente; economia regional e urbana; modelos de equilíbrio geral computável

Lattes Site Contato

Ana Flávia Machado

Professora Titular do Departamento de Ciências Econômicas da UFMG em Regime de Dedicação Exclusiva

Doutora em Economia, Universidade Federal do Rio de Janeiro, 2000
Áreas de interesse: economia do trabalho; economia do bem-estar; economia da cultura

Lattes Site Contato

Ana Maria Hermeto Camilo de Oliveira

Professora Associada do Departamento de Ciências Econômicas da UFMG em Regime de Dedicação Exclusiva

Doutora em Demografia, Universidade Federal de Minas Gerais, 2002
Áreas de interesse: Economia social; demografia econômica; métodos quantitativos

Lattes Site Contato

Anderson Tadeu Marques Cavalcante

Vice-chefe do Departamento de Ciências Econômicas
Professor Adjunto do Departamento de Ciências Econômicas da UFMG em Regime de Dedicação Exclusiva

Ph.D. em Economia, Land Economy Department, University of Cambridge, 2011
Áreas de interesse: economia monetária e financeira; economia regional; economia internacional

Lattes Site Contato

André Braz Golgher

Professor Associado do Departamento de Ciências Econômicas da UFMG em Regime de Dedicação Exclusiva

Doutor em Demografia, Universidade Federal de Minas Gerais, 2001
Áreas de interesse: econometria espacial, economia matemática, educação, economia social e dinâmica demográfica.

Lattes Site Contato

Bernardo Campolina

Professor Associado do Departamento de Ciências Econômicas da UFMG em Regime de Dedicação Exclusiva

Doutor em Geografia, Universidade de São Paulo, 2006
Áreas de interesse: economia regional; geografia econômica; economia internacional

Lattes Site Contato

Carlos Eduardo Suprinyak

(Licenciado) Professor Associado do Departamento de Ciências Econômicas da UFMG em Regime de Dedicação Exclusiva

Doutor em Economia, Universidade Federal de Minas Gerais, 2010
Áreas de interesse: história do pensamento econômico; história econômica

Lattes Site Contato

Carolina Moulin Aguiar

Professora Adjunta do Departamento de Ciências Econômicas da UFMG em Regime de Dedicação Exclusiva

Doutora em Relações Internacionais, McMaster University, Canada, 2009
Áreas de interesse: relações internacionais

Lattes Site Contato

Débora Freire Cardoso

Sub-coordenadora do Curso de Graduação em Relações Internacionais
Professor Adjunto do Departamento de Ciências Econômicas da UFMG em Regime de Dedicação Exclusiva

Doutora em Economia, Universidade Federal de Minas Gerais, 2017
Áreas de interesse: desenvolvimento e crescimento econômico; economia do setor público; métodos de análise regional; modelos de equilíbrio geral computável

Lattes Site Contato

Edson Paulo Domingues

Professor Titular do Departamento de Ciências Econômicas da UFMG em Regime de Dedicação Exclusiva
Coordenador do Programa de Pós-graduação em Economia

Doutor em Economia, Universidade de São Paulo, 2002
Áreas de interesse: economia regional; modelos de equilíbrio geral computável

Lattes Site Contato

Eduardo da Motta e Albuquerque

Professor Titular do Departamento de Ciências Econômicas da UFMG em Regime de Dedicação Exclusiva

Doutor em Economia, Universidade Federal do Rio de Janeiro, 1998
Áreas de interesse: economia política contemporânea; economia da ciência e da tecnologia

Lattes Site Contato

Fabrício José Missio

Professor Adjunto do Departamento de Ciências Econômicas da UFMG em Regime de Dedicação Exclusiva
Presidente da Fundação IPEAD

Doutor em Economia, Universidade Federal de Minas Gerais, 2012
Áreas de interesse: Macroeconomia; crescimento econômico e desenvolvimento econômico e regional.

Lattes Site Contato

Fernanda Cimini Salles

Professora Adjunta do Departamento de Ciências Econômicas da UFMG em Regime de Dedicação Exclusiva

Doutora em Ciências Humanas (Sociologia), Universidade Federal do Rio de Janeiro, 2015
Áreas de interesse: economia política; relações internacionais

Lattes Site Contato

Frederico Gonzaga Jayme Junior

Diretor do Cedeplar
Professor Titular do Departamento de Ciências Econômicas da UFMG em Regime de Dedicação Exclusiva

Ph.D. em Economia, New School for Social Research, 2001
Áreas de interesse: macroeconomia; economia internacional; desenvolvimento econômico

Lattes Site Contato

Gilberto de Assis Libânio

Professor Associado do Departamento de Ciências Econômicas da UFMG em Regime de Dedicação Exclusiva

Ph.D. em Economia, University of Notre Dame, 2006
Áreas de interesse: macroeconomia e desenvolvimento econômico

Lattes Site Contato

Gustavo Britto

Professor Associado do Departamento de Ciências Econômicas da UFMG em Regime de Dedicação Exclusiva
Vice-diretor do Cedeplar; Editor da Revista Nova Economia

Ph.D, Land Economy Department, University of Cambridge, 2008
Áreas de interesse: Desenvolvimento econômico; mudança estrutural, complexidade econômica, economia da ciência e da tecnologia, economia regional.

Lattes Site Contato

Hugo Eduardo Araujo da Gama Cerqueira

Diretor da Faculdade de Ciências Econômicas
Professor Associado do Departamento de Ciências Econômicas da UFMG em Regime de Dedicação Exclusiva

Doutor em Filosofia, Universidade Federal de Minas Gerais, 2005
Áreas de interesse: metodologia e história do pensamento econômico

Lattes Site Contato

Igor Viveiros Melo Souza

Professor Adjunto do Departamento de Ciências Econômicas da UFMG em Regime de Dedicação Exclusiva

Doutor em Estatística, Universidade Federal de Minas Gerais, 2014
Áreas de interesse: métodos quantitativos em economia; probabilidade e estatística; séries temporais

Lattes Site Contato

João Antonio de Paula

Professor Titular do Departamento de Ciências Econômicas da UFMG em Regime de Dedicação Exclusiva

Doutor em História, Universidade de São Paulo, 1988
Áreas de interesse: história econômica e economia política

Lattes Site Contato

João Bosco Moura Tonucci Filho

Professor Adjunto do Departamento de Ciências Econômicas da UFMG em Regime de Dedicação Exclusiva

Doutor em Geografia, Universidade Federal de Minas Gerais, 2017
Áreas de interesse: economia urbana; planejamento urbano e economia política

Lattes Site Contato

João Prates Romero

Coordenador do Curso de Graduação em Relações Internacionais
Professor Adjunto do Departamento de Ciências Econômicas da UFMG em Regime de Dedicação Exclusiva

Ph.D, Land Economy Department, Universidade de Cambridge, 2015
Áreas de interesse: desenvolvimento; crescimento econômico; comércio internacional; economia aplicada

Lattes Site Contato

Juan Pablo Gama Torres

Professor Adjunto do Departamento de Ciências Econômicas da UFMG em Regime de Dedicação Exclusiva

Doutor em Matemática, Instituto Nacional de Matemática Pura e Aplicada, 2014
Áreas de interesse: economia matemática; microeconomia; finanças; equilíbrio geral; economia comportamental; teoria da decisão

Lattes Site Contato

Kenya Valéria Micaela de Souza Noronha

Professora Associada do Departamento de Ciências Econômicas da UFMG em Regime de Dedicação Exclusiva

Doutora em Economia, Universidade Federal de Minas Gerais, 2005
Áreas de interesse: economia da saúde; saúde e envelhecimento populacional; microeconomia

Lattes Site Contato

Leonardo Costa Ribeiro

Professor Adjunto do Departamento de Ciências Econômicas da UFMG em Regime de Dedicação Exclusiva

Doutor em Física, Universidade Federal de Minas Gerais, 2007
Áreas de interesse: métodos quantitativos; física estatística

Lattes Site Contato

Leonardo Gomes de Deus

Professor Adjunto do Departamento de Ciências Econômicas da UFMG em Regime de Dedicação Exclusiva

Doutor em Economia, Universidade Federal de Minas Gerais, 2010
Áreas de interesse: economia política; história do pensamento econômico; filosofia política

Lattes Site Contato

Lízia de Figueiredo

Professora Titular do Departamento de Ciências Econômicas da UFMG em Regime de Dedicação Exclusiva

Ph.D. em Economia, University of Nottingham, 2002
Áreas de interesse: crescimento econômico e desenvolvimento econômico

Lattes Site Contato

Luiz Felipe Bruzzi Curi

Professor Adjunto do Departamento de Ciências Econômicas da UFMG em Regime de Dedicação Exclusiva

Doutor em História Econômica, Universidade de São Paulo, 2018
Áreas de interesse: história do pensamento econômico; história econômica

Lattes Site Contato

Marcelo Magalhães Godoy

Professor Titular do Departamento de Ciências Econômicas da UFMG em Regime de Dedicação Exclusiva

Doutor em História, Universidade de São Paulo, 2004
Áreas de interesse: demografia histórica, modernização dos transportes, planejamento e desenvolvimento regional.

Lattes Site Contato

Márcia Siqueira Rapini

Professora Associada do Departamento de Ciências Econômicas da UFMG em Regime de Dedicação Exclusiva

Doutora em Economia, Universidade Federal do Rio de Janeiro, 2010
Áreas de interesse: economia industrial; economia da ciência e tecnologia

Lattes Site Contato

Marco Aurélio Crocco Afonso

Presidente do BH-TECH
Professor Titular do Departamento de Ciências Econômicas da UFMG em Regime de Dedicação Exclusiva

Ph.D. em Economia, University of London, 1999
Áreas de interesse: Sistemas Financeiro e Bancos de Desenvolvimento, Transição Verde, Green Finance; Ambientes de Inovação

Lattes Site Contato

Marco Flávio da Cunha Resende

Professor Associado do Departamento de Ciências Econômicas da UFMG em Regime de Dedicação Exclusiva

Doutor em Economia, Universidade de Brasília, 2003
Áreas de interesse: macroeconomia pós-Keynesiana; finanças internacionais; crescimento econômico

Lattes Site Contato

Mariangela Furlan Antigo

Professora Associada do Departamento de Ciências Econômicas da UFMG em Regime de Dedicação Exclusiva

Doutora em Economia, Universidade Federal de Minas Gerais, 2010
Áreas de interesse: economia do trabalho; economia do bem-estar

Lattes Site Contato

Mario Marcos Sampaio Rodarte

Professor Adjunto do Departamento de Ciências Econômicas da UFMG em Regime de Dedicação Exclusiva

Doutor em Demografia, Universidade Federal de Minas Gerais, 2008
Áreas de interesse: história econômica; métodos e técnicas de demografia histórica; demografia do mercado de trabalho

Lattes Site Contato

Mauro Sayar Ferreira

Professor Associado do Departamento de Ciências Econômicas da UFMG em Regime de Dedicação Exclusiva

PhD em Economia, University of Illinois at Urbana-Champaign, 2006
Áreas de interesse: macroeconomia; finanças internacionais; econometria de séries de tempo e macro-finanças; DSGE

Lattes Site Contato

Mônica Viegas Andrade

Professora Titular do Departamento de Ciências Econômicas da UFMG em Regime de Dedicação Exclusiva

Doutora em Economia, EPGE-Fundação Getúlio Vargas, 2000
Áreas de interesse: economia da saúde; teoria do crescimento

Lattes Site Contato

Patrícia Nasser de Carvalho

Professora Adjunta do Departamento de Ciências Econômicas da UFMG em Regime de Dedicação Exclusiva

Doutora em Economia Política Internacional, Universidade Federal do Rio de Janeiro, 2015
Áreas de interesse: economia política internacional; comércio internacional; integração regional

Lattes Site Contato

Pedro Vasconcelos Maia do Amaral

Chefe do Departamento de Ciências Econômicas
Professor Adjunto do Departamento de Ciências Econômicas da UFMG em Regime de Dedicação Exclusiva

Ph.D. em Economia, Land Economy Department, University of Cambridge, 2013
Áreas de interesse: Economia espacial; economia regional e urbana; métodos de análise regional.

Lattes Site Contato

Rafael Saulo Marques Ribeiro

Professor Adjunto do Departamento de Ciências Econômicas da UFMG em Regime de Dedicação Exclusiva
Sub-coordenador do Programa de Pós-graduação em Economia

Ph.D. em Economia, Department of Land Economy, University of Cambridge, 2016
Áreas de interesse: Economia aplicada; desenvolvimento econômico e regional; econometria de séries de tempo e dados em painel.

Lattes Site Contato

Ricardo Machado Ruiz

Professor Associado do Departamento de Ciências Econômicas da UFMG em Regime de Dedicação Exclusiva

Ph.D. em Economia, New School University, 2003
Áreas de interesse: economia industrial; economia regional

Lattes Site Contato

Roberto Luís de Melo Monte-Mór

Professor Titular Aposentado e Voluntário do Departamento de Ciências Econômicas da UFMG
Pesquisador Residente do Cedeplar-UFMG

Ph.D. em Planejamento Urbano, University of California - Los Angeles, 2004
Áreas de interesse: Planejamento Urbano e Regional, Urbanização, Planejamento Metropolitano

Lattes Site Contato

Rodrigo Jardim Raad

Professor Adjunto do Departamento de Ciências Econômicas da UFMG em Regime de Dedicação Exclusiva

Doutor em Economia, Fundação Getúlio Vargas, 2009
Áreas de interesse: modelos recursivos de equilíbrio geral; econometria; teoria dos jogos

Lattes Site Contato

Sibelle Cornélio Diniz da Costa

Professora Adjunta do Departamento de Ciências Econômicas da UFMG em Regime de Dedicação Exclusiva

Doutora em Economia, Universidade Federal de Minas Gerais, 2016
Áreas de interesse: economia social; economia popular e solidária; economia da cultura

Lattes Site Contato

Ulisses Pereira dos Santos

Professor Adjunto do Departamento de Ciências Econômicas da UFMG em Regime de Dedicação Exclusiva
Coordenador do Curso de Graduação em Ciências Econômicas

Doutor em Economia, Universidade Federal de Minas Gerais, 2014
Áreas de interesse: desenvolvimento econômico; sistemas de inovação; desenvolvimento regional

Lattes Site Contato

Pesquisadores Residentes

Cândido Guerra Ferreira – Pesquisador Residente

Professor Associado Aposentado do Departamento de Ciências Econômicas da UFMG

Doctorat em Economia, Université de Paris X - Nanterre, 1987
Áreas de interesse: trabalho e tecnologia na indústria; economia política; economia solidária

Lattes Site Contato

Clélio Campolina Diniz – Pesquisador Residente

Professor Emérito da UFMG
Professor Aposentado da FACE-UFMG

Doutor em Economia, Unicamp, 1983
Áreas de interesse: Economia regional; economia da tecnologia.

Lattes Site Contato

Fabiana Borges Teixeira dos Santos – Pesquisadora Residente

PhD em Economia, Universidade de Cambridge, 2008
Áreas de interesse: crescimento e desenvolvimento econômico; organização industrial; economia regional

Lattes Site Contato

Mauro Borges Lemos – Pesquisador Residente

Professor Titular Aposentado da FACE-UFMG

Ph.D. em Economia, University of London, 1993
Áreas de interesse: economia regional; economia industrial; economia agrícola

Lattes Site Contato

Pesquisadores Visitantes

Elton Eduardo Freitas – Pesquisador Visitante

Doutor em Economia, Cedeplar-UFMG, 2019
Áreas de interesse: complexidade econômica; economia regional; análise de redes

Lattes Site Contato

Fabrício Silveira – Pesquisador Visitante

Ph.D, Land Economy Department, Universidade de Cambridge, 2018
Áreas de interesse: Crescimento e desenvolvimento econômico; economia industrial e avaliação de políticas públicas

Lattes Site Contato

Philipe Scherrer Mendes – Pesquisador Visitante

Doutor em Economia, Cedeplar-UFMG, 2017
Áreas de interesse: complexidade econômica; economia regional; análise de redes

Lattes Site Contato

Alunos

2022
2021
2020
2019
2018
2017
2016
2015
2014
2013
2012
2011
2010
2009
2008
2007
2006
2005
2004
2003
2002
2001
2000

Bolsas de Estudo

O Programa de Pós-graduação em Economia da UFMG oferece aos seus alunos acesso a bolsas de estudo da CAPES, do CNPq e da Fapemig, sempre que as exigências destes orgãos para a concessão de tal benefício sejam devidamente satisfeitas pelo aluno. Para os alunos do mestrado, estas bolsas têm duração de dois anos. Para alunos do doutorado a duração é de quatro anos.

Intercâmbio/mobilidade

Residência Pós-doutoral

Residência Pós-doutoral (RPD)

O Programa de Pós-Graduação em Economia, vinculado ao Departamento de Economia e ao Cedeplar, é um centro consolidado de pesquisa tanto teórica quanto aplicada, e de excelência internacional em ensino de Economia, obtendo nota 6 na avaliação da Capes. Estas características permitem ao Programa oferecer atividades, na modalidade de Residência Pós-doutoral (RPD), a doutores interessados em aprimorar suas atividades de pesquisa e de ensino e alcançar um nível de excelência em Economia.

Objetivo

A RPD visa possibilitar a consolidação e atualização dos conhecimentos de doutores formados em universidades brasileiras ou estrangeiras, assim como o eventual redirecionamento da linha de pesquisa do profissional com título de doutor. Isto será feito por meio de estágio e desenvolvimento de projetos de pesquisa e atividades de ensino junto com um supervisor, professor do programa de Economia. A presente norma enquadra-se nos requerimentos da Resolução 04/2009 de 14 de abril de 2009 da Universidade Federal de Minas Gerais.

Requisitos e condições para candidatura

i) Dedicar-se integralmente às atividades programadas pelo programa de Pós-graduação, as quais incluem:
  • participação em seminários internos e atividades didáticas, observada a regulação do órgão financiador;
  • apresentação de seminários sobre seus avanços de pesquisa;
  • participação em eventos científicos nacionais e internacionais, dentre outras atividades.
ii) Possuir um plano de publicações esperadas durante o período de pós-doutoramento. iii) Apresentar plano de pesquisa, descrevendo:
  • objetivos do pós-doutoramento;
  • plano de atividades;
  • aceite do orientador e co-orientador (quando houver) de pós-doutorado;
  • cronograma de atividades. A critério do Colegiado de pós-graduação em Economia, poderá ser oferecido aceite condicionado à alteração ou inclusão de algum aspecto do Plano de Trabalho.

Duração do estágio

Duração mínima de 6 (seis) meses, renovável, por mais 6 meses. A critério do Colegiado o RDP poderá ser renovada por períodos de até 12 meses. A renovação está condicionada à aprovação do relatório pelo professor supervisor e pelo Colegiado.

Documentos para inscrição

O candidato deverá entregar à Secretaria de Pós-graduação de Economia os seguintes documentos:
  • Cópia do diploma de Doutor ou documento de comprove a conclusão do Doutorado;
  • Cópia do currículo da Plataforma Lattes para candidatos brasileiros, e curriculum detalhado para candidatos estrangeiros;
  • Proposta de pesquisa e plano de trabalho com indicação do Grupo de Pesquisa junto ao qual pretende realizar suas atividades e do professor que as supervisionará;
  • Aprovação do professor supervisor;
  • Pedido de formalização de RPD ao Colegiado;
  • Declaração de possuir fontes de recurso que garantirão a manutenção do candidato durante o pósdoutorado em dedicação integral às atividades programadas;
  • Demais documentos exigidos pela Resolução 04/2009 de 14 de abril de 2009;
  • As candidaturas serão analisadas pelo Colegiado de Pós-Graduação em Economia.

Conclusão e Certificação

Ao final do estágio de pós-doutoramento o candidato deverá apresentar um relatório das atividades de pesquisa e ensino programadas e efetivamente realizadas, conforme detalhado no subtítulo “Requisitos e condições para candidatura”. A aprovação do relatório conferirá ao candidato a expedição de um certificado de conclusão da RPD nos termos da Resolução 04/2009 de 14 de abril de 2009 com especificação das atividades propostas no subtítulo mencionado.

Observações complementares

A matrícula na RPD será feita, via Sistema Acadêmico da Pós-graduação, pela Secretaria do Programa de Pós-Graduação em Economia. A RPD gera vínculo de estudante com a UFMG durante a duração da RPD, tendo, assim, direito à utilização da infra-estrutura do programa de Economia e dos serviços médicos, sociais e acadêmicos oferecidos pela Universidade ao seu corpo discente segundo a regulamentação dos órgãos competentes. A RDP não gera vínculo empregatício ou funcional entre a Universidade e o pós-doutorando, sendo vedada a extensão de direitos e vantagens concedidos aos servidores. Toda produção intelectual que resultar pelo RDP deverá mencionar a Universidade Federal de Minas Gerais e o Departamento de Demografia/Cedeplar como local de sua realização. Casos omissos serão analisados pelo Colegiado.  



2019

Fabrício Silveira

Projeto: "Redes Complexas e os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS): uma metodologia para o desenvolvimento da Agenda 2030"

Bolsa:

Periodo: 10/2019 a 31/08/2020. Prorrogado até 30/09/2022.

Orientador(a): Prof. João Prates Romero

Email: fabriciosilveira@gmail.com

Maria Marta Martins de Araújo

Projeto: "Da urbanidade e civilização dos mineiros: sátira de costumes e vida cotidiana na província de Minas Gerais"

Bolsa:

Periodo: 08/2019 a 12/2020 – 17 meses. Prorrogado até 31/08/2022.

Orientador(a): Prof. João Antônio de Paula

Email: marta.araujo@fjp.mg.gov.br


2020

Guilherme Quaresma Gonçalves

Projeto: "Monitoramento e avaliação da situação fiscal dos municípios mineiros”

Bolsa:

Periodo: 12/2020 a 11/2021. Prorrogado até 31/05/2022.

Orientador(a): Prof. Fabrício José Míssio

Email: gui.quaresma89@gmail.com


2021

Pedro Vianna da Costa e Faria

Projeto: "O Tempo da Periferia: Celso Furtado e o regime de historicidade periférico”

Bolsa:

Periodo: 02/02/2022 a 01/02/2023.

Orientador(a): Prof. Gustavo de Britto Rocha

Email: pedrovianna.cf@gmail.com

Gustavo Resgala Silva

Projeto: "Práticas de finanças solidárias territorializadas na Região Metropolitana de Belo Horizonte”

Bolsa:

Periodo: 14/01/2022 a 13/01/2023.

Orientador(a): Prof. Roberto Luís de Melo Monte-Mór

Email: gustavo.resgala@gmail.com

Clarice de Assis Libânio

Projeto: "Práticas de ação coletiva e planejamento compartilhado na Região Metropolitana de Belo Horizonte”

Bolsa:

Periodo: 03/01/2022 a 30/06/2022.

Orientador(a): Prof. Roberto Luís de Melo Monte-Mór

Email: claricelibanio@gmail.com

Jakob Otto Wilhelm Sparn

Projeto: "A transformação socio-ecológica na RMBH a partir da Trama Verde e Azul”

Bolsa:

Periodo: 29/12/2021 a 30/06/2022.

Orientador(a): Prof. Roberto Luís de Melo Monte-Mór

Email: jakob.sparn@gmail.com

Rodrigo Fileto Cuerci Maciel

Projeto: "Análise de Big Data Para Avaliação de Políticas de Inovação”

Bolsa:

Periodo: 10/11/2021 a 10/11/2022

Orientador(a): Profa. Márcia Siqueira Rapini

Email: rodfileto@gmail.com