Webmail Portuguese English Spanish
Cedeplar

Sobre

Home >Sobre

O Cedeplar

O Cedeplar, Centro de Desenvolvimento e Planejamento Regional, é um órgão complementar da Faculdade de Ciências Econômicas que abriga os programas de pós-graduação - Mestrado e Doutorado - em Demografia e em Economia da UFMG. Atualmente o Cedeplar conta com mais 75 pesquisadores entre professores docentes, pesquisadores residentes e pesquisadores visitantes.

Criado em 1967 como órgão suplementar da UFMG, o centro passou a funcionar em 1968 com a finalidade de abrigar um programa de pesquisa e ensino de Economia em nível de pós-graduação.  Inicialmente voltado para os estudos de economia regional, o Centro diversificou e ampliou suas áreas de atuação, com a inclusão de novos campos temáticos na pós-graduação em Economia, com a criação de um programa de pós-graduação em Demografia, assim como com a posterior abertura de programas de doutorado. A mesma diversificação caracteriza a trajetória de suas linhas de pesquisas, que incluem uma ampla variedade de temas e abordagens destas duas disciplinas.

Ao longo de mais de cinco décadas, o Cedeplar se tornou referência nacional e internacional de ensino, pesquisa e extensão com seus programas de Mestrado e Doutorado em Demografia e em Economia, que atualmente são avaliados com conceitos 7 e 6 pela CAPES, respectivamente.

Desde sua fundação, o Cedeplar tem se caracterizado por desenvolver atividades em temáticas de grande impacto social, contribuindo, também, para a implementação e melhoria de políticas públicas voltadas para o desenvolvimento social, econômico, político e cultural do país. Esse esforço se cristalizou, ao longo do tempo, na formação de grupos de pesquisa que se tornaram referências em suas áreas, assim como em um volume crescente de produção intelectual. Essa produção pode ser encontrada na Série de Textos para Discussão do Cedeplar, publicada desde aos anos 1970, nos Livros da Coleção População e Economia e, claro, em revistas acadêmicas nacionais e internacionais de reconhecida excelência.

O Cedeplar é gerido por uma Diretoria, composta por professores(as) indicados pela Faculdade de Ciências Econômicas. A diretoria conta com o apoio do Conselho Diretor e dos setores administrativos como a Secretaria da Diretoria, a Secretaria Geral, a Secretaria dos Programas de Pós-Graduação e o Setor Financeiro.

Diretoria

2018 a 2020 - 2021 (pro tempore)

A diretoria do Cedeplar é escolhida pelo Diretor da Faculdade de Ciências Econômicas com base em uma lista tríplice de docentes organizada pela Congregação da Faculdade. Seu mandato é de dois anos, permitida a recondução.

Cabe à Diretoria do Cedeplar, entre outras responsabilidades, a coordenação das atividades de pesquisa e extensão, a administração de convênios de assistência técnica ou financeira e a gestão de pessoal, além da direção dos trabalhos do centro.



Frederico Gonzaga Jayme Junior

Diretor do Cedeplar
Professor Titular do Departamento de Ciências Econômicas da UFMG em Regime de Dedicação Exclusiva

Ph.D. em Economia, New School for Social Research, 2001
Áreas de interesse: macroeconomia; economia internacional; desenvolvimento econômico

Lattes Site Contato

Gustavo Britto

Professor Associado do Departamento de Ciências Econômicas da UFMG em Regime de Dedicação Exclusiva
Vice-diretor do Cedeplar; Editor da Revista Nova Economia

Ph.D, Land Economy Department, University of Cambridge, 2008
Áreas de interesse: Desenvolvimento econômico; mudança estrutural, complexidade econômica, economia da ciência e da tecnologia, economia regional.

Lattes Site Contato
 
  Ano Diretores anteriores Vice-diretores anteriores
2016-2018 Profa. Mônica Viegas Andrade Prof. Eduardo da Motta e Albuquerque
 2014-2016 Prof. Cássio Maldonado Turra  Prof. Rodrigo Ferreira Simões
 2011-2014 Prof. Hugo E. A. da Gama Cerqueira  Prof. Cássio Maldonado Turra
 2007-2011 Prof. Mauro Borges Lemos Profs. Hugo da Gama Cerqueira e Laura Wong
 1994-2007 Prof. José Alberto Magno de Carvalho
 1991-1994 Prof. Diana Reiko T. O. Sawyer
 1989-1991 Prof. João Antônio de Paula
 1987-1989 Prof. Clélio Campolina Diniz
1987-1989 Prof. Paulo Paiva
1981-1985 Prof. José Alberto Magno de Carvalho
1979-1981 Prof. Clélio Campolina Diniz
1975-1979 Prof. José Alberto Magno de Carvalho
1973-1975 Prof. José Birchal Wanderley
1971-1973 Prof. Thompson Andrade Almeida
1968-1971 Prof. Paulo Roberto Haddad
1967-1968 Prof. Fernando Antônio Roquette Reis
   

Conselho Diretor

O Conselho Diretor do Cedeplar é composto pelo seu Diretor e Vice-diretor, pelos(as) Coordenadores(as) dos Programas de Pós-graduação em Economia e Demografia da UFMG e pelos(as) Chefes dos Departamentos de Demografia e de Ciências Econômicas da Faculdade de Ciências Econômicas.

Atualmente, compõem o Conselho Diretor os(as) professores(as):

  • Frederico Gonzaga Jayme Junior (Diretor)
  • Gustavo de Britto Rocha (Vice-Diretor)
  • Ana Paula de Andrade Verona (Chefe do Departamento de Demografia)
  • Edson Paulo Domingues (Coordenador do Programa de Pós-graduação em Economia)
  • Laura Lídia Rodriguez Wong (Coordenadora do Programa de Pós-graduação em Demografia)
  • Pedro Vasconcelos Maia do Amaral (Chefe do Departamento de Ciências Econômicas)

Compete ao Conselho Diretor deliberar sobre convênios de pesquisa, cursos especiais ou eventuais e outras atividades acadêmicas, bem como propor o orçamento anual e deliberar sobre o uso de recursos financeiros e a política de pessoal.

Convênios

Para o desenvolvimento de suas atividades, o Cedeplar conta com o apoio financeiro de instituições como o CNPqCAPESFINEP, o Fundo de População das Nações Unidas - UFNPA, a Fundação Rockfeller, a Fundação Hewlett e de outros organismos nacionais e internacionais, além de fundos provenientes de acordo de empréstimo firmado entre o Governo Brasileiro e o Banco Mundial, para o Desenvolvimento Interinstitucional de Ciências Ambientais (PADCT).

Estes acordos visam a capacitação técnica de recursos humanos e a obtenção de recursos materiais para o desenvolvimento dos diversos programas em curso e em vias de implementação no Centro.

Convênios de Cooperação Técnica e Intercâmbio Institucional "Sul-Sul"

Têm sido firmados convênios de cooperação técnica e intercâmbio de tipo "Sul-Sul", com instituições nacionais e internacionais, necessários à consolidação do Cedeplar como Centro de ensino e pesquisa internacional. Nesse sentido, foram firmados convênios com o Centro Latino-Americano de Demografia - CELADE e com a Universidade Eduardo Mondlane de Moçambique. Esses convênios visam o intercâmbio de professores e estudantes, a permuta de material didático e informações, organização de seminários, simpósios, congressos científicos bilateriais e multilaterais, entre outros.

Convênios de Cooperação Técnica e Intercâmbio Institucional "Norte-Sul"

Os convênios de cooperação e intercâmbio Norte-Sul, firmados com universidades consolidadas de países desenvolvidos, visam o intercâmbio de professores e estudantes em programas interdisciplinares. Vale destacar os convênios firmados com a Universidade da Flórida, a Universidade do Texas e a Universidade de Wisconsin.

Com a primeira, o intercâmbio de docentes e alunos visa programas interdisciplinares na área de meio-ambiente, dos quais, da parte brasileira, participam o Cedeplar e o Instituto de Ciências Biológicas em Ecologia, Conservação e Manejo da Vida Silvestre da UFMG e, pela Universidade da Flórida, as áreas de Ciências Biológicas e Sociais.

O convênio com a Universidade do Texas em Austin tem como objetivo o desenvolvimento de estudos populacionais brasileiros naquela universidade. Neste sentido, o convênio prevê o intercâmbio de professores e alunos daquela universidade com centros de estudos demográficos brasileiros, como o NEPO-UNICAMP e o Cedeplar.

Finalmente, o convênio com a Universidade de Wisconsin envolve três centros daquela instituição e outros três centros de países latino-americanos: o CEDDU (México), o PCP (Costa Rica) e o Cedeplar. Visa promover o treinamento interdisciplinar nas áreas de população e saúde, incluindo os seguintes temas de pesquisa: saúde e bem-estar dos idosos; saúde materna e infantil; organização familiar e saúde; e condições de saúde das populações sob stress.

Relações Institucionais

Desde sua criação, o Cedeplar vem mantendo estreitos laços de relacionamento com instituições nacionais e internacionais, acadêmicas ou de outra natureza, que lhe garantiram considerável ajuda para sua criação e consolidação institucional.

Assim é que, em seus primeiros anos de existência, instituições como BNDESIPEAFundação FordUSAIDUSPInstitute of Social Studies tiveram importância decisiva na formação dos quadros acadêmico e administrativo, seja por meio de apoio técnico-científico, seja por meio de financiamentos de suas atividades.

Posteriormente, outras instituições, como órgãos federais e estaduais da administração pública (os diversos ministérios, a FIBGE, etc.), fundações (Rockefeller, Hewlett e outras), além das Nações Unidas, através do Fundo de População das Nações Unidas - UNFPA, desempenharam papel importante no esforço de ampliação e consolidação das atividades do Centro.

Ressalte-se, ainda, as ligações e filiações institucionais, quer do Cedeplar, quer de seus membros que lhe conferem convivência do mais alto nível na área acadêmica e institucional. Dentre estas, contam-se instituições como a Fundação IBGE, a Fundação SEADE, a Fundação João Pinheiro, a ABEP, a ANPEC, a ANPOCS, a ANPUR, a IUSSP, o PAA, além de universidades como a USP, a Unicamp, a UFRJ, a University of Texas, a Yale University, a Princeton University, a University of Florida, a University of London, a Universidad de Barcelona, a Università di Firenze, entre outras.

Premiações

Demografia
Economia
2016
2015
2014
2013
  • Bernardo Lanza Queiroz (Professor de Demografia Cedeplar/UFMG) Travel Award, Population Association of America.
  • Cássio Maldonado Turra (Professor de Demografia Cedeplar/UFMG) Prêmio Capes de Teses - Planejamento Urbano e Regional / Demografia de Doutorado do Programa de Pós-Graduação em Demografia em 2016. Como orientador da tese de autoria de Alane Siqueira Rocha – Título da Tese: “Custos com Benefícios para o Financiamento de Cuidados de Longa Duração para Idosos com Dependência: Estimativas e Projeções para o Brasil”.

2017
2016
2015
2014
2013
2012
2011
2010
2009
2008
2007
2006
2005
2004
2003
2002
  • Professora Ana Maria Hermeto Camilo de Oliveira – Orientadora da Monografia Patrícia Sampaio Cotta do Curso de Graduação de Ciências Econômicas da UFMG. Prêmio Minas de Economia, BDMG/CORECON – 2017 – Categoria Monografia (1º lugar) Título da monografia: “Reconsiderando o Emprego Doméstico como Estratégia de Sobrevivência da Mulher Pobre no Brasil"
  • Professora Ana Maria Hermeto Camilo de Oliveira IUSSP Travel Award, International Union for the Scientific Study of the Population.
  • Rosa Livia Gonçalves Montenegro (Doutora em Economia) XXIII Prêmio Brasil de Economia — 2017 — Categoria Tese de Doutorado (3º Lugar) Título da tese: “Inovações Ambientais e Sistemas Nacionais de Inovação: Caracterizações para o Período 1990-2010” (orientada pelo professor Gustavo de Britto Rocha)
  • Professor João Prates Romero Prêmio ABDE-BID — 2017 — Categoria Desenvolvimento em Debate (1º lugar) Título do artigo: “Estrutura produtiva e crescimento: uma análise comparativa de Brasil, Austrália e Canadá”