Defesa de Tese - aluno RODRIGO CAVALCANTE MICHEL _ do Programa de Pós-Graduação em Economia/CEDEPLAR/FACE/UFMG

Calendário
Defesas
Data
19.10.2018 2:00 pm - 6:00 pm

Descrição

Defesa de Tese do Programa de Pós-Graduação em Economia/CEDEPLAR/FACE/UFMG

 

Aluno: RODRIGO CAVALCANTE MICHEL

Título: "Música, Redes e Tecnologia na Periferia: Um Estudo Acerca dos Impactos Tecnológicos na Produção de Rap na Zona Sul de São Paulo"

Orientadora:      Profa. Ana Flávia Machado (CEDEPLAR/FACE/UFMG)

Coorientadora:   Profa. Natália Guimarães Duarte Sátyro (DCP/FAFICH/UFMG)

Data da Defesa: 19/10/2018 – Horário: 14h00

Local da Defesa: Auditório nº 4 – Bloco de Seminários - Prédio da FACE/UFMG - CAMPUS PAMPULHA

Banca Examinadora:

Profa. Ana Flávia Machado (Orientadora) (CEDEPLAR/FACE/UFMG)

Profa. Natália Guimarães Duarte Sátyro (Coorientadora) (DCP/FAFICH/UFMG)

Profa. Sibelle Cornélio Diniz da Costa (CEDEPLAR/FACE/UFMG)

Prof. Ulisses Pereira dos Santos (CEDEPLAR/FACE/UFMG)

Prof. Elder Patrick Maia Alves (UFAL) (Participação por Skype)

Prof. João Luiz de Figueiredo Silva (ESPM/RJ) (Participação por Skype)

 

RESUMO: Os impactos das inovações tecnológicas na produção de música são históricos e acompanham o setor desde seu primeiro equipamento sonoro, o gramofone. Atualmente, o paradigma das tecnologias de informação e comunicação trouxe mudanças significativas nos processos, formatos e nas formas de produção, distribuição e consumo de música. O objetivo central do presente trabalho é verificar tais impactos analisando, especificamente, a produção de música rap no distrito do Grajaú, zona sul de São Paulo. A escolha desse local se justifica por ser esse um território periférico em uma grande metrópole, uma vez que se pretende verificar se os impactos tecnológicos na produção de música se manifestam, também, nas zonas periféricas urbanas. Para atingir tal objetivo, levantamos as hipóteses de que esses impactos se dão em um sentido amplo, modificando processos e estrutura de custos que possibilitam maior inserção de indivíduos no mercado musical, inclusive àqueles situados em zonas periféricas; além disso, consideramos como hipótese também o fato desses impactos gerarem formas organizacionais de produção diversificadas, em formato de rede e com a presença de aspectos não-econômicos, culturais e comunitários. Para o desenvolvimento da pesquisa, utilizou-se da metodologia de análise de redes sociais, com coleta de dados primários no local em questão. Foram realizadas 26 entrevistas  com músicos e produtores locais. Os principais resultados podem ser assim sumarizados: a) as TICs geram impactos no formato, processos e possibilitam maior participação de agentes no mercado musical, ao reduzirem os custos de produção a ampliarem o acesso à tecnologia de produção. Esses impactos são percebidos no caso específico analisado, sugerindo que as inovações tecnológicas recentes chegam, também, à periferia. b) a produção de música local apresenta uma forma de organização não vertical, baseada em redes, com relações econômicas e comunitárias. Nos resultados foi possível perceber que a produção musical no Grajaú não segue uma lógica capitalista de obtenção de lucros e apresenta características identitárias fortes e aspectos comunitários e colaborativos maiores que os econômicos. 

 

ABSTRACT: The impacts of technological innovations on music production are historical and go along with the sector since the invention of its first sound equipment, the gramophone. Presently, the paradigm of information and communication technologies (ICTs) has brought significant changes in the processes, formats and forms of production, distribution and consumption of music. The main purpose of this work is to ascertain these impacts by specifically analyzing the production of rap music in the district of Grajaú, south of São Paulo. The choice of this location is justified because it is a peripheral territory in a large metropolis and the objetcive is to verify if the technological impacts in the production of music are also manifested in the urban peripheral zones. In order to achieve this goal, we hypothesize that these impacts occur in a broad sense, modifying processes and cost structure that allow greater insertion of individuals in the music market, including those located in peripheral areas; in addition, we also consider as hypothesis the fact that these impacts generate diverse organizational forms of production, in a network format and with the presence of non-economic, cultural and community aspects. For the development of our research, we used the methodology of social networks analysis, with primary data collection at the place in question. 26 interviews with musicians and local producers were maid. The main results can be summarized as follows: a) ICTs generate impacts on the format, processes and enable greater participation of agents in the music market, reducing production costs and increasing access to production technology. These impacts can be seen in the specific case analyzed, suggesting that recent technological innovations also reach the periphery. b) the production of local music presents itself as non-vertical organizations, based on networks, with economic and community relations. In the results it was possible to perceive that the musical production in Grajaú does not follow the capitalist logic of obtaining profits and presents strong identity characteristics and community and collaborative aspects larger than the economic ones.