"Nesses tempos de grandes perdas e ignomínias, a notícia que Dagmar Magalhães Renault nos deixou é uma dolorosa constatação de que sempre pode ser pior. Mas é a lembrança dessa mesma Dagmar a que se deve recorrer para minorar essa nova dor, lembrar sua constante generosidade, sua alegria, sua bela figura de mulher. Servidora da Faculdade desde os anos 1950, Dagmar foi exemplar representante da geração que fez da Face uma unidade modelar de nossas universidades em seus compromissos ao melhor atendimento ao interesse público.

Acompanhou, com zelo e informada dedicação, o Cedeplar desde antes de sua criação formal, em 1967. Foi, mais que secretária dos primeiros diretores, a grande responsável pela formação de uma cultura institucional, que tem sido compartilhada por gerações de servidores do Cedeplar que são responsáveis pelo muito de bom que temos construído. Nossa permanente homenagem a Dagmar."