Defesa de Tese do Programa de Pós-Graduação em Demografia/CEDEPLAR/FACE/UFMG

Calendário
Defesas
Data
23.03.2018 2:30 pm - 7:00 pm

Descrição

Defesa de Tese do Programa de Pós-Graduação em Demografia/CEDEPLAR/FACE/UFMG

 

Aluno:

Pedro Schettini Cunha

 

Título:

“Determinantes das transferências privadas envolvendo idosos da cidade de São Paulo, entre os anos de 2000 e 2010”

 

Data da Defesa:

23/03/2018 (sexta-feira)

Horário:

14h30

 

Orientador:      

Prof. Cássio Maldonado Turra (CEDEPLAR/FACE/UFMG)

 

Banca Examinadora:     

Prof. Cássio Maldonado Turra (CEDEPLAR/FACE/UFMG)

Profa. Simone Wajnman (CEDEPLAR/FACE/UFMG)

Profa. Luciana Soares Luz do Amaral (CEDEPLAR/FACE/UFMG)

Profa. Maria Carolina Tomás (PUC Minas)

Prof. Jair Lício Ferreira Santos (USP)

 

Local da Defesa:

Auditório nº 3 – Bloco de Seminários - FACE/UFMG - CAMPUS PAMPULHA

 

RESUMO:

As transferências privadas têm despontado em estudos da Demografia microeconômica em decorrência do envelhecimento populacional, que gera a necessidade de reequilíbrio nos fluxos de recursos intergeracionais, o que, por sua vez, depende da responsividade da rede de relacionamentos às políticas públicas redistributivas. Essa responsividade se deve aos comportamentos altruístas e de reciprocidade que os indivíduos estabelecem ao desempenharem diferentes papéis nessas redes. As áreas da Psicologia, Sociologia e Antropologia, auxiliam na compreensão do fenômeno das transferências em sociedades complexas, e de como se dá o processo decisório da transferência. Este trabalho se insere nesse debate resgatando os efeitos do reforço e da substituição, relativamente negligenciados. Para isso, promove o detalhamento de transferências conforme tipo de recursos (bens, tempo e dinheiro) e tipo de rede de relações sociais (domiciliar, extradomiciliar e institucional), buscando compreender se os determinantes importam diferentemente para cada um desses tipos de transferências. O trabalho também investiga a relevância dos papéis desempenhados pelos indivíduos em suas redes para essas transferências. Para isso, foram utilizados dados provenientes da Pesquisa Saúde Bem-estar e Envelhecimento, coordenadas pela Professora Maria Lúcia Lebrão, da Universidade de São Paulo, que envolvem idosos residentes em domicílios permanentes da cidade de São Paulo no período de 2000 a 2010. Parte-se da hipótese de que o ciclo de vida importa nos fluxos de transferências e, por isso, os diferentes papéis desempenhados ao longo desse ciclo de vida também importam. A partir daí são propostos modelos de efeitos fixos e de efeitos aleatórios na tentativa de captar essas diferenças. Os resultados confirmam as hipóteses de estudo, exceto quanto ao efeito de ciclo de vida, que não pôde ser captado em decorrência do curto tempo observado e das poucas ondas de pesquisa realizadas.

  

ABSTRACT:

Private transfers have emerged in studies of microeconomic Demography due to population aging, which generates the need to rebalance the flows of intergenerational transfers, which, in turn, depends on the network's responsiveness to redistributive public policies. This responsiveness is due to individuals’ altruistic and reciprocity behaviors while playing different roles in these networks. The areas of Psychology, Sociology and Anthropology, help in understanding the phenomenon of transfers in complex societies and how the decision-making process of the transference takes place. This work enters this debate, rescuing the relatively neglected effects of reinforcement and substitution. To do so, it details transfers according to the type of resources (goods, time and money) and to the type of social relations’ network (household, non-household and institutional), trying to understand if the determinants matter differently for each of these types of transfers. It also investigates the relevance of the roles played by the individuals in their networks for these transfers. To do so, there were used data from the Saúde Bem-estar e Envelhecimento Research, coordinated by Professor Maria Lúcia Lebrão, University of São Paulo, involving elderly residents in permanent households in the city of São Paulo from 2000 to 2010. It is assumed that the life cycle matters in the transfer flows, and therefore the different roles played throughout this life cycle also matter. From there, fixed effects and random effects models are proposed in order to capture these differences. The results confirm the hypothesis of the study, except for the life cycle effect, which could not be captured due to the short time observed and the few waves of research done.